Teleagendamento

Sistema de agendamento de consultas médicas realizadas por telefone.

Funcionamento

O funcionamento do sistema é simples e rápido. O usuário disca para o número 0800 6470156, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. Automaticamente, o sistema registra o número de origem da chamada telefônica, e o usuário ouve uma gravação informando que receberá um retorno. Em seguida, um servidor entra em contato com o usuário e cadastra o pedido de atendimento, informando o horário e o local da consulta. Caso não exista disponibilidade de agendamento no momento da ligação, e o usuário peça urgência, ele recebe orientações sobre os atendimentos acessíveis nas Unidades de Saúde Básicas (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e em hospitais de Canoas.

Reconhecimento

Em reconhecimento à qualidade do serviço, Canoas foi reconhecida, em 2013, com o Prêmio Gestor Público do Sindifisco e Afisvec, na categoria Tecnologia da Informação. O teleagendamento também recebeu os prêmios Top de Marketing ADVB, em 2012, e do Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), Troféu Inovação, em 2014. O teleagendamento tornou-se referência para outros municípios gaúchos e de fora do Estado. Pelo menos 17 já enviaram representantes a Canoas para conhecê-lo.

Economia

Em um novo passo de aperfeiçoamento, desde maio deste ano, o sistema de teleagendamento conta com uma nova infraestrutura, com a nova área de teleatendimento inserida dentro da Secretaria Municipal de Saúde. O sistema de telefonia IP também passou a ser administrado pela Prefeitura, com o suporte técnico e de rede da CanoasTec.Tais medidas geraram uma redução de despesas de aluguel, de segurança e de operação. No total, esses investimentos em uma nova infraestrutura para o teleagendamento somaram R$ 226.938,00. Essa mudança permitiu o melhor aproveitamento da equipe de atendimento, que passou a realizar também serviços de retornos de consultas, trabalho que atualmente é realizado SMS.

Rede avançada

Para além de uma lógica curativa, a política municipal de saúde propõe a construção de uma cultura preventiva, por meio da educação e da orientação em saúde, em todas as fases da vida. Ao longo dos últimos oito anos, Canoas criou cinco UPAS – tornando-se a cidade gaúcha com maior número destas unidades; construiu a Unidade Básica de Saúde do Harmonia, reformou outras 26 UBS, ampliou o número de consultas básicas e com especialistas, criou farmácias descentralizadas e a entrega de medicamentos em casa aos canoenses com dificuldade de locomoção ou idosos. Na área hospitalar, a administração municipal qualificou as instituições e a ampliou o número de leitos.

No Hospital Universitário – que chegou a ficar 70 dias fechado em 2009 –, implantou a UTI neonatal, o Centro gineco-obstétrico e o Serviço de Traumatologia e aumentou de 120 para 400 leitos de internação. No Hospital Nossa Senhora das Graças, construiu uma nova emergência e no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC) reformou e readequou a área de emergência, a sala de observação, a traumato-ortopedia e o espaço de acolhimento dos familiares. Em 2015 foram destinados à saúde R$ 398,5 milhões, o que representa 33,9%, do orçamento do município. Isso é mais do que o dobro do que determina a legislação.