Ir para conteúdo

Carregando! Por favor aguarde...

Tempo em Canoas Previsão do tempo em Canoas. Selecione a foto de fundo da capa
  • Background Original
  • Base Aérea
  • Capão do Corvo
  • Canoas BR 116
  • Villa Mimosa
  • Praia Paquetá
  • Cidadãos de Canoasa
  • Carnaval de Canoas
  • Paria Paquetá Final de Trade
Acessibilidade
início conteúdo

Guerra urbana,quem mata e morre tem o mesmo perfil

Na guerra urbana, quem mata e quem morre tem o mesmo perfil.

A guerra urbana na qual vivemos repete clichês que induzem a pensar: "a polícia está exterminando jovens negros nas periferias". Mas em Canoas, quem mata e quem morre tem o mesmo perfil. A letalidade policial não é alta e deve ser acompanhada com lupa. Polícia Civil e Brigada Militar têm efetuado elevado número de prisões e apurações. Grupos criminosos matam­se entre si, indiscriminadamente, geralmente pelo tráfico de drogas.

A casta que decide os rumos da política criminal vive bem distante das vítimas desse combate. Essas vítimas são da classe média "baixa", vivem nas periferias. Protegidos em condomínios de luxo, os integrantes dessa casta, sob o discurso do “garantismo” e de proteger pobres contra o encarceramento, agem como Pilatus: lavam as mãos. Com a omissão do Sistema, as mortes seguem por escolha social. Ao recusar, sistematicamente, ações concretas e fortes contra matadores, a legislação atual os torna marcados também para morrer, pois os mesmos voltam rapidamente aos ambientes onde foram autores de mortes, muitas vezes sequer com alguma privação provisória de liberdade. Num garantismo (falso) absoluto, não lhes resta outro caminho. Soma­se a isso o escasso (quase inexistente) resultado nas políticas de prevenção à demanda por drogas.

A sociedade, por seus legisladores, despenalizou o uso de drogas, mas não refreou a demanda com ações sociais, educa tivas e de saúde, para as quais somos francamente favoráveis e apoiadores. A sociedade, através de seus traficantes, está assombrosamente violenta, letal e ao mesmo passiva quanto a isto ­ a cobrança recai quase que exclusivamente sobre as polícias. Onde estão os outros responsáveis? A mídia direciona essa cobrança às polícias, praticamente eximindo os demais responsáveis.

A festejada legislação sobre armas se transformou em letra morta, na prática, para a prevenção e repressão aos crimes violentos. Não defendo o encarceramento indiscriminado, muito pelo contrário. Mas, para crimes contra a vida e o uso ilegal de armas, ao menos, um pouco mais de seriedade.

Políticas de prevenção primária ao crime e violência, policiamento comunitário, e todos os instrumentos de claro apoio e ação na segurança pública no município, com investimentos em grande escala pelo Executivo Municipal de Canoas, sofrem com esse cenário. Em situações conflagradas, e no contexto da Região Metropolitana, é indispensável a coordenação de intervenções seguidas por uma fase de estabilização e posterior manutenção. Cria­se assim o ambiente favorável ao desejado policiamento comunitário, potencializam­se projetos e dispõem­se ferramentas como as Casas das Juventudes, as Mulheres da Paz, a Justiça Comunitária, as câmeras de videomonitoramento, terminais embarcados nas viaturas de segurança pública, bolsas de policiamento para policiais civis e militares, bolsas de formação para guardas municipais, o Gabinete de Gestão Integrada Municipal e tantas outras iniciativas.

Nos órgãos de Segurança Pública "strictu sensu", nas polícias, é urgente o emprego de estratégia sobre o tráfico de drogas violento. O elemento atrativo para as operações, iniciando pela Inteligência, deve ser o conjunto de mortes relacionadas a esse tráfico violento, e não a droga em si. Mensagem ao ciclo econômico do crime de tráfico de drogas: a morte é um mau negócio.

"Somente os mortos viram o fim da guerra" ­ frase do ensaísta George Santayana, embora atribuída a Platão... A guerra não tem fim...

 

Por Carlos Adriano Klafke dos Santos
Secretario municipal de Segurança Pública e Cidadania 

Compartilhar:

     
Newsletter

Cadastre-se e receba notícias
no seu e-mail.

  • Prefeitura de Canoas
  • Serviço de Atendimento ao Cidadão: 0800-5101234

  • Rua 15 de Janeiro, 11
    Centro - Canoas/RS
    CEP: CEP: 92010 300
    atendimentocidadao@canoas.rs.gov.br

  • Selo Transparência Prefeitura de Canoas