Ir para conteúdo

Carregando! Por favor aguarde...

Tempo em Canoas Previsão do tempo em Canoas. Selecione a foto de fundo da capa
  • Background Original
  • Base Aérea
  • Capão do Corvo
  • Canoas BR 116
  • Villa Mimosa
  • Praia Paquetá
  • Cidadãos de Canoasa
  • Carnaval de Canoas
  • Paria Paquetá Final de Trade
Acessibilidade
início conteúdo

NAPPB Canoas RS

uploads/tiny_mce/images/nappb_550

 

NAPPB – Núcleo de Apoio Pedagógico e Produção Braille

Objetivo:

Proporcionar meios para o acesso a recursos  que contribuam para que os alunos com deficiência visual tenham garantidos os seus direitos à educação.

Histórico:           

A história do NAPPB está diretamente relacionada com a luta das pessoas com deficiência visual de Canoas, representadas pela ADEVIC – Associação dos Deficientes Visuais de Canoas, pela qualificação do atendimento aos alunos com deficiência visual em Canoas. Depois de muitas ações coordenadas pelo então Presidente da ADEVIC, Professor Eri Domingos da Silva, em 01 de julho de 2003, o NAPPB foi inaugurado junto às dependências da ADEVIC, na rua Victor Kessler. Posteriormente o NAPPB mudou-se com a ADEVIC para um prédio alugado pela Prefeitura de Canoas na Rua Brasil. Em  2006, o NAPPB e a ADEVIC se mudaram para o local atual,  Rua Rio de Janeiro, 360 no bairro Mathias Velho. A parceria do NAPPB com a ADEVIC perdura até hoje visto que os objetivos são voltados às pessoas com deficiência visual.

Em 2010 o NAPPB foi oficialmente criado através do decreto 632 de 03 de agosto.

 ADEVIC e NAPPB desde 2003 realizam formações para professores, alunos e pessoas da comunidade. Essas formações são pedagógicas e tecnológicas e também prestam assessoria a professores, escolas, segmentos da sociedade e instituições.

  Ações desenvolvidas pelo NAPPB Canoas RS

 O NAPPB tem como ações, a produção de material didático-pedagógico, de acordo com a necessidade e especificidade do aluno, a produção de material Braille e em tipos ampliados para alunos com deficiência visual, assessoria às escolas da rede municipal aos professores das salas de recursos, bem como capacitação dos profissionais do atendimento educacional especializado da rede municipal. Profissionais do NAPPB ainda prestam orientações aos alunos com deficiência visual com simbologia Braille em diferentes disciplinas.

O NAPPB ainda desenvolve ações de produção de livros acessíveis em tecnologia MECdaisy aos alunos das séries finais do ensino fundamental  e disponibilização de livros PNLEM em tecnologia MECdaisy  aos alunos do ensino médio das escola municipais do Estado. As obras são acessadas (por um responsável em cada um dos 56 centros do país) do acervo nacional no endereço http://ada.mec.gov.br

 Canoas é um município polo para atender a demanda de 191 municípios do Estado do Rio Grande do sul na disponibilização do Livro Acessível do acervo nacional, para complementar ações que possam proporcionar aos alunos deficientes visuais desses municípios, acesso a meios que contribuirão para o desenvolvimento de suas potencialidades e interação no processo ensino-aprendizagem.

Em reunião de equipes dos três centros do Estado, ficou acordado o atendimento às demandas de cada um para disponibilização das obras em tecnologia MECdaisy.

 

RELAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA DEMANDA DO NAPPB CANOAS RS

Porto Alegre, Alto Feliz, Araricá, Barão, Bom Princípio, Brochier, Campo Bom, Capela de Santana, Dois Irmãos, Estância Velha, Feliz, Harmonia, Igrejinha, Ivoti, Lindolfo Collor, Linha Nova, Maratá, Montenegro, Morro Reuter, Nova Hartz, Novo Hamburgo, Pareci Novo, Parobé, Poço das Antas, Portão, Presidente Lucena, Salvador do Sul, Santa Maria do Herval, São José do Hortêncio, São José do Sul, São Leopoldo, São Pedro da Serra, São Sebastiao do Caí, São Vendelino, Sapiranga, Taquara, Três Coroas, Tupandi, Vale Real, Amaral Ferrador, Arroio do Padre, Arroio Grande, Canguçu, Capão do Leão, Cerrito, Cristal, Herval, Jaguarão, Morro Redondo, Pedras Altas, Pedro Osório, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Santana da Boa Vista, São Lourenço do Sul, Turuçu, Boqueirão do Leão, Candelária, Encruzilhada do Sul, Gramado Xavier, Herveiras, Lagoa Bonita do Sul, Mato Leitão, Pantano Grande, Passa Sete, Passo do Sobrado, Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, Sinimbu, Sobradinho, Vale do Sol, Vale Verde, Venâncio Aires, Vera Cruz, Cacequi, Dilermando de Aguiar, Faxinal do Soturno, Formigueiro, Itaara, Ivorá, Jaguari, Júlio de Castilhos, Mata, Nova Esperança do Sul, Nova Palma, Pinhal Grande, Quevedos, Santa Maria, São Francisco de Assis, São João do Polêsine, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul, São Sepé, São Vicente do Sul, Silveira Martins, Toropi, Vila Nova do Sul, Alegrete, Barra do Quaraí, Itaqui, Manoel Viana, Uruguaiana, Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Capão da Canoa, Capivari do Sul, Caraá, Cidreira, Dom Pedro de Alcântara, Imbé, Itati, Mampituba, Maquiné, Morrinhos do Sul, Mostardas, Osório, Palmares do Sul, Riozinho, Rolante, Santo Antônio da Patrulha, Tavares, Terra de Areia, Torres, Tramandaí, Três Cachoeiras, Três Forquilhas, Xangri-lá, Arambaré, Arroio dos Ratos, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Butiá, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Charqueadas, Chuvisca, Dom Feliciano, Eldorado do Sul, General Câmara, Guaíba, Mariana Pimentel, Minas do Leão, São Jerônimo, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tapes, Aceguá, Bagé, Caçapava do Sul, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul,  Chuí, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte, Quaraí, Rosário do Sul, Santa Margarida do Sul, Santana do Livramento, São Gabriel, Agudo, Arroio do Tigre, Cachoeira do Sul, Cerro Branco, Dona Francisca, Estrela Velha, Ibarama, Novo Cabrais, Paraíso do Sul, Restinga Seca, Segredo, Canoas, Esteio, Nova Santa Rita, Sapucaia do Sul, Triunfo, Alvorada, Cachoeirinha, Glorinha, Gravataí, Viamão Capão do Cipó, Garruchos, Itacurubi, Maçambara, Santiago, São Borja, Unistalda.

 

No ano de 2009 o NAPPB–Canoas–RS produziu experimentalmente a obra infantil O Baú da Vovó Dorvina, do escritor Canoense Jairo Luiz de Souza.

2009 – O Baú da Vovó Dorvina – Novembro de 2009.

 No ano de 2010 o NAPPB–Canoas–RS, o CAP-RS (Porto Alegre) e NAPNE (Bento Gonçalves) produziram em conjunto a obra Crianças do Rio Grande Escrevendo Histórias.

2010 – Produção conjunta – Crianças do Rio Grande Escrevendo Histórias – Julho – 2010

 A produção da coleção de Livros Didáticos PNLD 2011-2012-2013 – Geografia – Espaço e Vivência – 6º, 7º, 8º e 9º ano teve início em outubro de 2010, sendo finalizada em dezembro de 2011. A produção das obras ocorreu da seguinte maneira:

2010 – Início da produção da coleção – Outubro/2010.

2010 – Enviado ao MEC o livro Geografia – Espaço e Vivência – 9º ano – Dezembro/2010

2011 – Enviado ao MEC o livro Geografia – Espaço e Vivência – 8º ano – Junho/2011

2011 – Enviado ao MEC o livro Geografia – Espaço e Vivência – 7º ano – Agosto/2011

2011 – Enviado ao MEC o livro Geografia – Espaço e Vivência – 6º ano – Outubro/2011

 Em 09 de janeiro de 2012 recebemos comunicação do MEC informando que a coleção Geografia – Espaço e Vivência – 6º, 7º, 8º e 9º ano, de responsabilidade do município foi concluída após análise técnica considerada concluída sem ressalvas e se encontra disponível na plataforma ADA (Acervo Digital Acessível).

 Os materiais em Braille e em Tipos Ampliados produzidos pelo NAPPB Canoas RS, são partes de capítulos ou unidades dos livros didáticos, polígrafos e textos enviados pelos professores.

EQUIPE NAPPB

 Atualmente a Equipe NAPPB é composta por duas professoras com regime de 40 horas semanais, como constava na contrapartida do município.

Ambas as professoras desenvolvem trabalho que inclui produção de materiais didático-pedagógicos confeccionados e adaptados à necessidade de cada aluno, como por exemplo, os alfabetos Braille, jogos com números, tabuada, dominó de texturas, números romanos, etc. Na informática utiliza o sistema operacional Dosvox, os aplicativos Menino Curioso, Jogo da Forca, Letrix, TabuadaVox. Instalação leitores de telas e softwares específicos em equipamentos das escolas e dos alunos bem como sua utilização também são ações da equipe.

O NAPPB dispõe do equipamento Thermoform que será instalado com a ampliação do espaço físico, para a produção de materiais em relevo, sendo as matrizes produzidas a partir de materiais reciclados. O Thermoform é utilizado para duplicação de original Braille em material tipo Braillon e muito utilizado na criação de mapas táteis.

Downloads:

 uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071
  Palestra sobre Deficiencia Visual

 

uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071

 
  Educação continuada - Projeto Livro

 

uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071

 
  Centros de Formação e Recursos

 

uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071

  
  Decreto -  Criação do NAPPB 

  

uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071

 
  Lista de centros de produção e coordenação do livro acessivel

 

 

 

uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071  Noticias

 

   

uploads/tiny_mce/images/pdficonpng2071  Acervo Digital Acessível 

 

 

Imagens do NAPPB

 

 

 

 

Compartilhar:

     
Newsletter

Cadastre-se e receba notícias
no seu e-mail.

  • Prefeitura de Canoas
  • Serviço de Atendimento ao Cidadão: 0800-5101234

  • Rua 15 de Janeiro, 11
    Centro - Canoas/RS
    CEP: CEP: 92010 300
    atendimentocidadao@canoas.rs.gov.br

  • Selo Transparência Prefeitura de Canoas