CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO

CALENDÁRIO VACINAÇÃO DE PESSOAS COM COMORBIDADES
DAS 8 ÀS 12H EM TODAS AS UBSs

Dia

Faixa etária

Segunda-feira (10/5)

com comorbidades a partir de 52 anos

Terça-feira (11/5)

com comorbidades a partir de 49 anos

Quarta-feira (12/5)

com comorbidades a partir de 46 anos

Quinta-feira (13/5)

com comorbidades a partir de 43 anos

Sexta-feira (14/5)  com comorbidades a partir de 40 anos

CLIQUE AQUI E CONSULTE A LISTA DE COMORBIDADES

A VACINAÇÃO

A campanha de vacinação contra a Covid-19 em Canoas teve início em 19 de janeiro de 2021. As ações seguem na íntegra os planos de imunização dos governos federal e estadual. Os primeiros grupos prioritários abrangem idosos que vivem em instituições de longa permanência (ILPIs), pessoas com deficiência institucionalizadas, profissionais de saúde e a população acamada com mais de 60 anos. Em 10 de fevereiro, o município iniciou a segunda etapa da campanha, com a inclusão de idosos. Atualmente, a campanha abrange o grupo das comorbidades, grávidas e puérperas. As definições sobre os grupos prioritários dependem de orientação do Ministério da Saúde, responsável pelo envio das doses, e do governo do Estado.

ÚLTIMA NOTÍCIA RELACIONADA

Canoas retoma 2ª dose da CoronaVac em Dia D de Vacinação neste sábado
Com a chegada de um novo lote, a Prefeitura de Canoas retoma neste sábado (15) a segunda dose da CoronaVac. Serão vacinados os idosos que fizeram a primeira aplicação nos dias 29, 30 e 31 de março e 1° de abril. A vacinação estará disponível em 20 locais, entre 8h e 15h, ou até durarem as doses.

Leia mais…

 

VACINADOS ATÉ 13 DE MAIO DE 2021

Segmento

Número de vacinados 1ª Dose

Profissionais da Saúde

12.401

Idosos Institucionalizados

852

Pessoas com Deficiência Institucionalizadas

264

Idosos a partir de 60 anos

51.565

Forças de Segurança  979
Quilombolas 94
Pacientes com Sindrome de Down 106
Pacientes que Realizam Diálise 152
Pacientes que com BPC 32
Gestantes com Comorbidades 102
Usuários com Comorbidades 52 Anos + 4.411
Usuários com Comorbidades- 43 Anos + 7.957
Professores + Trabalhadores da Educação 819
Gestantes 54
Total de Vacinados 75.386

 

VACINADOS ATÉ DE 13 DE MAIO DE 2021

Segmento

Número de vacinados 2ª Dose

Profissionais da Saúde

7.941

Idosos Institucionalizados

759

Pessoas com Deficiência Institucionalizadas 

57

Acamados

246

Idosos 

20.098

Total de Vacinados 29.101

 

 

ORIGEM DAS DOSES APLICADAS

 

Vacina recebida 1ª dose

Data

Quantidade

Coronavac

19/1/2021

2.500

Coronavac 19/1/2021 1.007
Oxford (Astrazeneca) 25/1/2021 3.140
Coronavac 3/2/2021 2.390 
Coronavac 9/2/2021 4.550
Oxford (Astrazeneca) 26/2/2021 3.110
Coronavac 11/3/2021 5.080
Coronavac 19/3/2021 8.198
Coronavac 23/3/2021 8.150
Coronavac 27/3/2021 7.830
Coronavac 02/4/2021 5.650
Astrazeneca 02/4/2021 1.055
Total   52.660
*Os lotes dos dias 19 e 23 de março apresentaram diferença entre o quantitativo e o estoque real. O município já notificou o Governo do Estado sobre o problema. 

 

Vacina recebida 2ª dose

Data

Quantidade

Coronavac

3/2/2021

3.507

Coronavac 26/2/2021 2.390
Coronavac – Prof. Saúde 5/2/3021 1.320 
Coronavac – Idosos 80+ 5/3/2021 2.580
Coronavac- 7ª Remessa 2/4/2021 5.080
Coronavac- 8ª Remessa 2/4/2021 4.990
Total   19.867

INFORMAÇÕES GERAIS

Quem será vacinado agora?

Os primeiros grupos prioritários abrangem idosos que vivem em instituições de longa permanência (ILPIs), pessoas com deficiência institucionalizadas, profissionais de saúde e idosos acamados com mais de 60 anos. A segunda etapa da campanha estendeu a vacinação a idosos e profissionais das forças de segurança. Atualmente, o município de Canoas está vacinando a população acima de 60 anos e pessoas com comorbidades.

Que vacinas serão usadas?

CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz.

Como será feita a vacinação?

Os profissionais de saúde são vacinados nas unidades em que trabalham. Idosos e trabalhadores de instituições de longa permanência recebem as doses nas próprias instituições, assim como as pessoas com deficiência. A vacinação para acamados com mais de 60 anos ocorre na residência, mediante cadastro. Já para os idosos, as doses serão disponibilizadas nas unidades básicas de saúde e pelo sistema de drive-thru. Neste momento, estão inclusas pessoas com comorbidades e os locais podem ser conferidos na tabela acima.

Quem vai aplicar a vacina?

Equipes da Vigilância em Saúde da Prefeitura Municipal de Canoas e das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. Todos uniformizados e com identificação.

TIRE AS SUAS DÚVIDAS

Quando abrem uma ampola de vacina e sobram doses, o que fazem?

Em relação às doses que sobram nos frascos, existe uma organização do Setor de Imunização da Secretaria Municipal da Saúde, desde o início da campanha de vacinação, para direcionar as vacinas às pessoas dos grupos prioritários, como idosos, profissionais de saúde e acamados. O horário da vacinação contra a Covid-19 nas UBSs, das 8h às 12h, permite justamente que se faça esse remanejamento e que a vacina chegue aos grupos prioritários. 

É necessário tomar a segunda dose?

Para a resposta imune esperada para a prevenção da Covid-19, o esquema vacinal completo prevê duas doses. No caso da CoronaVac, a segunda aplicação deve ocorrer 28 dias após a primeira. Já para a Oxford/AstraZeneca, o intervalo indicado é de 12 semanas. 

Depois de vacinado, posso deixar de usar máscara?

As pessoas vacinadas devem manter as medidas de proteção até que a maior parte da população esteja imunizada, o que ainda deve demorar algum tempo. Por isso, o uso de máscara, a higienização correta das mãos e o distanciamento social continuarão sendo os métodos eficazes para proteger a si e as outras pessoas.

Clique aqui para acessar os dados em tempo real do coronavírus em Canoas

POR QUE VACINAR

A vacina é essencial para que o nosso organismo seja estimulado a produzir anticorpos (defesas) contra a Covid-19. Se tivermos contato com o coronavírus, nossos anticorpos (defesa do organismo) já conhecerão seu DNA e irão agir contra ele. Com isso, a doença não se estabelece de forma grave, os sintomas são muito mais leves e as chances de internação e óbito caem consideravelmente.

É importante lembrar que quem não se vacina está colocando não apenas a própria saúde em risco, mas também a de seus familiares e de todas as pessoas com quem tiver contato. A vacinação, além de nos proteger, permite interromper a transmissão e conter a disseminação da doença.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Saúde
/ /

CAPS terão programação especial em alusão ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial

LER MAIS
Saúde / Vacina
/ /

Covid-19: vacinação para pessoas com comorbidades a partir de 18 anos segue nesta terça-feira

LER MAIS
Saúde
/ /

Levantamento para identificar focos de dengue começa nesta segunda-feira nos bairros de Canoas

LER MAIS
Saúde
/ /

Banco de Sangue do HU precisa de doações

LER MAIS
Saúde
/ /

Canoas vacina mais de quatro mil pessoas na manhã deste sábado

LER MAIS
Saúde
/ /

Taxa de ocupação de UTI Covid cai para 63,25% em Canoas

LER MAIS