Notícias

//
https://www.canoas.rs.gov.br/wp-content/uploads/2024/01/RED-09-12-2023-FEIRA-DE-ADOCAO-THIAGO-GUIMARAES-8.jpg

Quinta tem Feira de Adoção: conheça os cães a espera de um lar

Feira acontece das 9h às 19h, na sede da SMBEA
Download Imagem Original

Foto: Thiago Guimarães

Os canoenses que planejam adotar um cão ou gato terão a primeira oportunidade do ano nesta quinta-feira (25). A Feira de Adoção, organizada pela Secretaria Municipal de Bem-Estar Animal (SMBEA), acontece das 9h às 19h, na sede da secretaria. O endereço é avenida Boqueirão, 1986, bairro Igara.

Vários animais albergados na sede da SMBEA foram resgatados de maus tratos, e alguns estão há anos esperando por uma família. Independente da história de vida, todos são excelentes companheiros. Conheça a história de quatro dos cachorros que estão disponíveis para adoção:

Leleco
Foi resgatado de maus-tratos e levado, ainda filhote, para a SMBEA. Leleco chegou a ser adotado, mas o tutor se recusou a levá-lo para castração – procedimento essencial para garantir a saúde do animal. O cão foi novamente resgatado e, desde novembro de 2023, espera por uma nova família. Ele está castrado e com o protocolo vacinal completo.

Mel
Uma cadelinha idosa, muito dócil, que está na secretaria desde 2020. Já sofreu maus tratos e aguarda uma nova família, mas apesar de já ter participado de várias feiras de adoção, ainda não foi adotada – animais idosos têm baixíssima procura. Está castrada, vacinada e não usa nenhuma medicação de uso contínuo.

Moisés
Foi retirado de uma situação de maus-tratos. Sua tutora acumulava vários animais e não conseguia mantê-los em condições saudáveis, principalmente o Moisés. Espera por um novo lar desde março de 2020, já castrado.

Mel e Moisés “fizeram amizade”, conforme a bióloga da SMBEA Renata Gautier. “Hoje, dividem o canil para amenizar a solidão e aguardam ansiosamente uma família para chamar de sua”, relata.

Parda
Chegou na SMBEA em março de 2023. Tinha metade do rosto lesionado por miíase, uma infestação causada por larvas de moscas que se alimentam de tecido vivo. Parda também estava prenha e foi diagnosticada com TVT (Tumor Transmissível Venereo), um tumor maligno contagioso. Passou por intensos cuidados para se recuperar das lesões da face, teve seus filhotes – todos foram adotados– e tratou o tumor através de quimioterapia.

O TVT é um dos tumores que mais acomete a espécie canina, sendo mais predominante em animais jovens, errantes e sexualmente ativos. Manter animais domiciliados e castrados previne crias indesejadas e doenças como o TVT.

Além do Leleco, da Mel, do Moisés e da Parda, a SMBEA tem muitos outros cães e gatos esperando um novo lar. Eles também vão poder ser visitados no evento de quinta-feira (25).

Direitos do adotante

A SMBEA se compromete a prestar alguns serviços para os tutores que adotam animais na secretaria. O adotante pode levar o animal para tomar todas as vacinas previstas para o primeiro ano de vida na SMBEA, no caso de filhotes que ainda não receberam as imunizações. A castração também é feita na secretaria, de forma gratuita, assim como as consultas veterinárias do animal.

Para a adoção, é preciso apresentar documento com foto, comprovante de residência e responder um formulário de entrevista. O questionário destaca o interesse e perfil do adotante, se a pessoa tem outros animais e se mora em casa ou apartamento. A adoção precisa ser responsável: o interessado deve levar um animal apenas se tiver real condição e interesse de mantê-lo, com espaço físico e estrutura adequados.

Não vai poder ir na feira?

A sede da SMBEA abriga cães e gatos para adoção e está aberta para visitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A secretaria também intermedia a adoção de cavalos, que ficam abrigados em uma cabanha após serem resgatados de maus-tratos.

Texto: Bettina Gehm
Edição: Valéria Deluca