Notícias

//
https://www.canoas.rs.gov.br/wp-content/uploads/2023/03/sub-foto-brasao-prefa-portal.png

Canoas decreta situação de calamidade pública nível III

A iniciativa permite, entre outras ações, o saque do FGTS pelos atingidos
Download Imagem Original

Foto: Divulgação/PMC

Com os graves danos causados a toda região Oeste de Canoas, a Prefeitura declarou, nesta segunda-feira (6), situação de calamidade pública nível III. O Decreto 176/24 permite, entre outras ações, o saque do FGTS pelos atingidos. A avaliação da Administração Municipal é de que mais de 50% da cidade esteja, parcial ou totalmente, submersa, com mais de 80 mil residências e 180 mil pessoas afetadas.

Entre os prejuízos estão 27 Unidades de Saúde, o Hospital de Pronto Socorro (HPS), três UPAs, quatro Centros de Assistência Psicossocial (CAPS), 23 escolas de Ensino Fundamental e 18 de Educação Infantil, além de um Centro de Atendimento e Educação Inclusiva (CEIA). As demais instituições de ensino servem de abrigo para famílias acolhidas.

Confira aqui o decreto

Calamidade Pública