Antiga Estação de Trem

Antiga Estação de Trem de Canoas

A estação de Canoas foi inaugurada em 1874 pela The Porto Alegre and New Hamburg Brazilian Railway nas terras da Fazenda Gravataí, local que deu origem à cidade, que começou a se formar durante a construção da ferrovia, onde alguns trabalhadores aproveitavam toras de madeira derrubada para produzir canoas. A vila, chamada de Capão das Canoas, desenvolveu-se rapidamente e passou a ser ponto de veraneio das famílias de Porto Alegre, de forma que, em 1885, eram anunciados oito trens ligando Porto Alegre a Canoas em cada domingo.

Em 1905 a estação e a linha foram assumidas pela Cie. Auxiliaire, e, em 1920, pela VFRGS. Já em 1907, o prédio da estação foi descrito em um livro desse ano como sendo “uma casinha de alvenaria de tijolos, coberta de telhas de barro destinadas à bilheteria e a estação com área de 5,50 x 3,40 m”.

A partir de 1909, a estação serviria às linhas de Caxias e de Porto Alegre-Uruguaiana, até 1937, quando foi aberta a variante ligando Diretor Pestana a Barreto, encurtando em 50 km a linha para Uruguaiana e evitando a passagem pela estação, que passou a atender apenas às linhas para Caxias e Canela.

A cidade cresceu bastante, e em 1934 foi inaugurada uma nova estação, muito maior que a original, que era de madeira. Em 1939, tornou-se município.

Apesar de os trens suburbanos da Grande Porto Alegre terem trafegado até 1982, a estação teria sido desativada já nos anos 1970, depois disso servindo apenas como parada de embarque e desembarque. Foi recuperada em 1983 pela Trensurb, mas não para uso como estação.

Está desativada, ao lado da linha, e serve como fundação cultural. Cerca de 200 metros antes fica a estação da Trensurb, com o nome de Canoas-La Salle. A antiga estação foi tombada pelo município em 14 de abril de 2010.

Atualmente a Antiga Estação de Trem vem sendo utilizada para encontros de diversos grupos culturais, assim como para ensaios, apresentações e exposições relacionadas a dança. 

Endereço: Av. Victor Barreto, 2.301 – Centro Histórico